Crescimento da Energia Solar no Brasil

Muito mais do que podemos imaginar, os brasileiros estão optando cada vez mais pelo uso da energia solar. Você sabe qual é o porquê desse crescimento? Pois é exatamente sobre isso que vamos falar agora e, com certeza, te ajudar a descobrir quais são os principais motivos para utilizar energia solar.

Diante de equipamentos com grande durabilidade, baixo custo de manutenção e redução significativa da conta de luz, a Energia Solar tem mostrado à que veio. O resultado é notório, pois desde as construções residenciais, até as industriais, estão aderindo às instalações fotovoltaicas. Tal fato se deve, claro, a diversos fatores, como perceberemos ao longo deste artigo. Mas não tem como deixar de eleger o principal: custo-benefício.

Custo X Benefício – Energia Solar 2019

Com um crescimento estimado em 44%, de acordo com a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica – Absolar, o uso da Energia Solar vem ganhando espaço em nosso país. Por um lado, podemos observar que o custo das instalações atualmente estão mais baixos do que há 10 anos. E, se alinhando a isso, os benefícios estão maiores, o que torna essa opção mais atraente aos brasileiros.

Apesar do valor mais acessível, esse não deixa de ser um investimento com retorno a longo prazo. Portanto, o dinheiro aplicado na instalação do sistema voltará de forma certa e gradativa através da conta de energia, que pode ser reduzida em até 95%.

Por que o uso de Energia Solar aumentou no Brasil?

Dentre as motivações que o povo brasileiro tem considerado na hora de escolher qual fonte de energia utilizar são as bandeiras tarifárias. O alto custo somado com a “inconstância” do valor final das bandeiras, que podem variar entre verde, amarela e vermelha, assusta a maioria dos consumidores. Tais tarifas estão vigentes desde 2012, o que acabou levando o reajuste médio do preço da energia a chegar aos 44%.

Por outro lado, destacava-se o aumento na quantidade de usinas fotovoltaicas e, consequentemente, na qualidade e eficiência dos equipamentos também refletem na escolha dos consumidores. Isso significa que com o avanço da tecnologia de produção dos equipamentos fotovoltaicos, o preço das instalações chegaram a cair 80% nos últimos dez anos, não só no Brasil, mas em todo o mundo.

Agora, não há dúvidas de que o grande responsável por esses resultados tão positivos foi o consumidor residencial, dentro do que chamamos de “geração distribuída”. Como citamos acima, das mais de 48 mil unidades instaladas até o fim de 2018, aproximadamente 77% estão nas casas dos brasileiros. Ainda nesse ranking, em segundo lugar temos as empresas ligadas ao Comércio e Serviços, com 16% das instalações, e em terceiro lugar estão os consumidores rurais com 3%. Os outros 4% estão distribuídos entre as indústrias, poder público e outros serviços de ordem pública.

Expectativas do crescimento da Energia Solar no Brasil

Como vimos acima, até o mês de dezembro do ano passado nosso país contava com mais de 48 mil sistemas instalados em geração distribuída. Desse total, 96% de energia solar se encontrava em residências, pequenos comércios e na zona rural. Seguindo essa linha e visando um futuro promissor devido aos investimentos que o setor vem recebendo, o esperado é ultrapassar a marca de 1 milhão de sistemas instalados nos próximos 5 anos. Essa, sem dúvidas, é a energia do futuro!

Quer saber mais sobre Energia Solar e suas vantagens? Fique atento às novidades em nosso blog.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abrir Chat
1
💬 Posso ajudar?
Olá 👋
Podemos te ajudar?